Perguntas Frequentes v3

 

Tem alguma dúvida? Talvez as próximas perguntas e respostas podem te ajudar. Lembre-se que elas são válidas enquanto houver contrato para os serviços, ficando impossibilitado o atendimento nos intertícios sem eles.

 

 

P2 v1

 

 

  P3 v1

   

   

P4 v1

    

  • Como faço um chamado de manutenção para o jardim de onde eu trabalho/estudo?

  

O jardim não está bonito, ou faltam podas e adubação? Faça uma requisição no Sistema SIPAC-UnB - Módulo Infraestrutura - Meio Ambiente, em que você identifica o local, qual o tipo de serviço que quer realizar no jardim e um contato para sanar dúvidas.

É importante frisar que agora existe cronograma, e que provavelmente você será atendido somente no dia marcado, com a margem de erro que chuvas, greves, e outros eventos podem acarretar.

  

  • Existe cronograma?

  

Sim, pode ser visualizado na página Cronogramas neste site no menu ao lado. Ele é bastante mutável, visto que surgem várias emergências, mas buscamos realizar os serviços nos dias marcados.

  

  • Posso pedir para serem feitos novos jardins?

  

Sim. Da mesma forma que é feita uma solicitação de uma manutenção, deverá ser feito o pedido de novo jardim. Contudo, é necessária autorização expressa da direção do local solicitante para a Coordenação de Parques e Jardins poder analisar o pedido. A solicitação não é garantia que será atendido.

  

  • Como é o processo para plantio de árvores?

  

Da mesma maneira que um pedido de manutenção de jardins, contudo, vista a coerência que está sendo procurada para os novos plantios arbóreos, o pedido passa pela CPJ e pela GRE/ASA. O requisitante deverá colocar no seu pedido via SIPAC o local desejado, a quantidade e se possível quais árvores deseja. Autorizado, a CPJ realiza o serviço ou permite a solicitante o plantio. É imprescindível descrever o local da implantação.

  

  • Existe risco de queda de um galho, tronco ou a árvore inteira em uma edificação ou espaço livre, ou outro motivo que necessita de poda ou supressão de árvore, como proceder?

  

Podas tem um cronograma próprio na UnB, contudo, todos podem fazer uma solicitação pedindo uma poda de uma árvore específica a CPJ, pois a área universitária é grande e os levantamentos estão em desenvolvimento. Para isso, faça uma requisição no Sistema SIPAC-UnB - Módulo Infraestrutura - Meio Ambiente e descreva o local, a quantidade de árvores que deseja a poda, quais os riscos que imagina e anexe fotos da área. Após este envio, uma equipe técnica (PRC/DISER/CPJ e GRE/ASA) irá ao local avaliar a situação, emitir laudo e, caso oportuno, proceder colocar no cronograma e executar a poda.

 

  • Cupins ou formigas estão no jardim ou gramado, como solicitar o combate?

  

Da mesma forma que é feita uma solicitação de uma manutenção, deverá ser feito o pedido de combate a formigas e cupins nos jardins.

  

  • Meu jardim está sendo pouco irrigado, isto está correto?

  

De maneira geral, todos os jardins estarão passando por mudanças nos próximos anos, com a diminuição paulatina de uso de água. Se o jardim estiver de fato morrendo, algo está errado e devemos ser acionados para aumentar a irrigação ou mudar as plantas.

  

  • Quero fazer um jardim ou plantar uma muda, preciso de autorização?

  

Sim. Visto que plantas podem causar problemas caso sejam mal implantadas, por que tem toxidades, ou por que crescem e podem quebrar pavimentos, impedir a iluminação ou cair por completo em edificações e calçadas, todos os plantios precisam de autorização. Não tenham medo, por que somos técnicos e quermos ajudar a verdejar a UnB, só queremos fazer isso direito. Quanto as árvores, faça o procedimento anterior de Solicitação de Plantio de Árvore.

  

  • Desejo mudas, posso recorrer a Prefeitura?

  

Em certos casos, sim. Apesar de controlada a produção, uma porcentagem mensal pode ser transferida. Caso ainda tenha estoque desta porcentagem, podemos transferir, mas estejam cientes que só fazemos isso para uso na Universidade e para atividades da Universidade. Procure-nos no Viveiro-PRC.

  

  • Desejo adubo, posso recorrer a Prefeitura?

  

Em certos casos, sim. Somente transferimos adubo para plantios na Universidade ou para a Universidade, fiquem cientes disso. Procure-nos no Viveiro-PRC.

  

  • Preciso de ferramentas de jardim, posso recorrer a Prefeitura?

  

Não. Apesar de termos alguns materiais, estes são de uso do viveiro e para emergências. Com o novo contrato, que tem todos os equipamentos, pessoal e insumos, a empresa fica responsável por realizar os serviços praticamente com tudo fornecido por ela, podendo emprestar, caso queira, mas independente da Prefeitura.

  

  • Os jardins estão com muitas folhas, isto é normal?

  

Talvez. Nossos serviços estão passando por grande mudança e uma delas é o recolhimento de folhas. A UnB tem que achar natural ter folhas em uma parte dos dias do mês nos gramados e jardins, pois é inútil e oneroso recolher diariamente. Em certos casos, as folhas estão lá de propósito, para fazer uma camada protetora para a terra, normalmente em jardins elaborados.

  

  • Existe montes de resíduos verdes (troncos, folhas, grama) em certos locais, devo me preocupar?

  

Talvez. Se estiver por muito tempo (mais de uma semana), há um problema, pois é estabelecido o recolhimento diário destes resíduos.

  

  • As plantas estão morrendo, o que fazer?

  

Solicite os serviços da CPJ, conforme exposto nas perguntas anteriores.

  

  • Quais são os principais chamados de manutenção de jardins?

  

Normalmente trabalhamos principalmente com irrigação, poda, replantio e adubação. São os principais chamados.

  

  • Qual o tempo de espera para ser atendido?

  

Temos cronogramas e um contrato por demanda, no qual elencamos as prioridades, sendo que a manutenção passará por todas as unidades. Manutenções padrão demoram cerca de um mês para se repetir, outros procedimentos são fixados em cronograma específico e dependem da urgência.

  

  • Quais os meus direitos e deveres quanto as manutenções de jardins na UnB?

  

Tem-se o direiro de ser bem tratado, ter suas perguntas respondidas ou enviadas a um responsável técnico que possa dar um panorama, ter os jardins minimamente cuidados e saudáveis, questionar posições da Coordenação e dos terceirizados - podendo, em caso positivo, ter uma mudança de ações -, resguardar a integridade física das edificições, pessoas e animais, cuidar você mesmo de um jardim. Tem-se o dever de tratar cordialmente os funcionários envolvidos nas atividades, não atrapalhar o andamento dos serviços - a menos que por razão necessária -, facilitar o acesso dos jardins para serem mantidos, comunicar aos fiscais qualquer atividades vista como incorreta ou ilegal, não solicitar serviços particulares ou acima do estipulado pelas ordens de serviço.

  

  • Quero ser parceiro da CPJ, o que devo fazer?

 

Contacte-nos através do e-mail  cpjprc@unb.br e exponha sua motivação. Somos abertos e da cultura de apoiar e ser apoiado, buscando atender a todos.

  

  • Quero agendar uma visita ao viveiro, como proceder?

 

Contacte-nos através do e-mail cpjprc@unb.br e exponha sua motivação. Provavelmente será uma visita acompanhada por um dos nossos servidores.

  

  • Vi no site que a CPJ está fazendo cadastros de coisas que não tem nada a ver com jardins, como ciclovias. Por que isso?

  

A UnB é carente de dados numéricos e mapas de diversas coisas. A CPJ entende que pode ser mais ousada e entender seus serviços como trabalhos de paisagem ampliada, em que pisos e mobiliário fazem parte do escopo. Desta forma, um passo de cada vez, estamos buscando elaborar e divulgar dados e desenhos das ciclovias, calçadas, caixas de passagem e mobiliários que temos por todos os Campi, junto a Assessoria de Sustentabilidade Ambiental - ASA/GRE.

  

  • Posso realizar quais tipos de chamados a CPJ?

  

A CPJ atende a chamados relacionados a manutenção e implantação de jardins, plantio de árvores, dedetização e remoção de abelhas e vespas, compostagem e viveiro. Podemos, em certas circunstâncias ser intermediários de outras ações, pois, acima d etudo, somos Prefeitura e UnB.